skip to Main Content

Diretrizes Regionais em Matéria de Proteção e Assistência a Pessoas Deslocadas a Través de Fronteiras e Migrantes em Países Afetados por Desastres de Origem Natural

Conferência Sul-Americana sobre Migrações (CSM)

As pessoas que cruzam fronteiras internacionais no contexto de desastres e os efeitos adversos da mudança climática, bem como os migrantes em países afetados por desastres, podem ter riscos à sua integridade pessoal, especialmente se não tiverem acesso a vias de migração seguras, ordenadas e regulares. Dada a sua vulnerabilidade, eles também podem enfrentar dificuldades para exercer seus direitos ao longo do processo migratório, bem como desafios no acesso a necessidades básicas como saúde, alimentação, educação e moradiaxxv. Dessa forma, as ‘Diretrizes regionais em matéria de proteção e assistência a pessoas deslocadas através de fronteiras e migrantes em países afetados por desastres de origem natural’ (doravante as Diretrizes) têm a finalidade de melhorar a capacidade institucional de resposta humanitária aos desafios do deslocamento por desastres.

Da mesma forma, aspiram a gerar um quadro abrangente com padrões mínimos de proteção, com base, entre outros aspectos, na gestão da informação e coordenação entre o país afetado (país de origem) e país de acolhimento (receptor) e na harmonização da resposta e assistência humanitária entre os países membros da CSM.

Para tanto, as Diretrizes buscam:
■ Promover a existência de um quadro prático regional para facilitar a admissão e permanência de estrangeiros provenientes de países afetados por desastres de origem natural e os efeitos adversos das mudanças climáticas, com base em considerações humanitárias e nos regulamentos internos dos países membros da CSM; e
■ Promover o uso de padrões mínimos de tratamento para migrantes, residentes ou pessoas em trânsito num terceiro país afetado por um desastre de origem natural.

Contact

With The Generous Support Of

Back To Top